TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU

Instituto de MT avalia safra nos EUA e diz que oferta vai movimentar mercado

Nos próximos meses, o lado da oferta da safra de soja dos Estados Unidos deve apresentar um “peso” muito maior sobre as previsões dos estoques e, consequentemente, na movimentação do mercado. A expectativa é do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que em boletim, destacou “as primeiras estimativas oficiais da safra norte-americana 15/16, tão aguardadas pelo mercado, foram lançadas pelo USDA (Departamento de Agricultura)”.

Segundo a entidade, “o principal destaque foi a estimativa de estoque final da temporada, de 13,6 milhões de toneladas, ser a maior desde a safra 06/07. O órgão prevê aumento de 1,4 milhão de toneladas no consumo, atingindo 101,5 milhões de toneladas. Mesmo com a produção reduzindo-se para 104,7 milhões de toneladas”.

De acordo com o Imea,  “a oferta total está aguardada para ser a maior da história, de 115,1 milhões de toneladas no país, elevando 3,9 milhões de toneladas ante a safra 14/15”.

No tocante ao mercado, os contratos na CBOT desvalorizaram consideravelmente na última semana. Consta que “o recuo deve-se, principalmente, ao bom avanço da semeadura da oleaginosa nos EUA”. Já em relação a taxa de câmbio, é frisado que “sofreu queda de 0,6%, fechando com cotação média de R$ 3,04/US$. O recuo deve-se, principalmente, ao índice de preço ao produtor nos EUA, que apresentou baixa de 0,4% no último levantamento”.

Leia mais ...

Projeto prevê desconto em salário de deputado que faltar a sessão em MT

Os deputados estaduais que faltarem a sessões no Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) poderão ter seus salários descontados a cada vez que se ausentarem. A proposta é de um projeto de resolução que passou a tramitar na última terça-feira (19) prevendo o corte de 1/30 (um trinta avos) – pouco mais de R$ 800,00 - do salário do deputado que não comparecer à sessão, prejudicando a formação do quórum necessário para a votação das matérias. Apresentado pelo deputado Oscar Bezerra (PSB), o projeto recebeu assinaturas favoráveis de outros sete deputados, atingindo número mínimo (um terço do total de parlamentares da Casa) para não ser invalidado e para poder começar a tramitar nas comissões até chegar às etapas de votação no Plenário. A idéia foi apresentada, segundo Bezerra, depois que sessões da ALMT ficaram comprometidas devido à ausência de parte significativa dos deputados, o que prejudicou a votação de projetos e outros trabalhos. Na semana passada, duas das quatro sessões previstas tiveram as votações inviabilizadas devido à falta de quórum - número mínimo necessário de parlamentares para votação. Hoje, a ALMT realiza quatro sessões por semana: uma vespertina na terça-feira, uma matutina e uma noturna na quarta-feira e uma matutina na quinta-feira. Punição “A falta de interesse acaba esvaziando, mas quem não quiser trabalhar, que busque uma alternativa, passe para um suplente. Hoje, em qualquer empresa, o cidadão que falta ao trabalho é descontado em seu salário. Por que não com os deputados, que deveriam servir como exemplo? Acabou a mordomia do cara que for simplesmente bater o ponto e sumir. O resgate da Assembleia tem que acontecer com ações nossas”, criticou Bezerra. O deputado estadual Oscar Bezerra (PSB). (Foto: Maurício Barbant / ALMT) De acordo com o projeto, serão declarados faltosos os deputados que não se apresentarem em Plenário antes do término da Ordem do Dia, etapa que compõe a sessão plenária após o Pequeno Expediente e o Grande Expediente, conforme o regimento interno da ALMT. Para isso o projeto prevê que sejam respeitados impreterivelmente os horários de início da Ordem do Dia: nas sessões matutinas, às 10h; nas vespertinas, às 19h. Se o deputado tiver assinado o livro de presença mas não estiver de fato presente em Plenário e não responder à chamada oral, será declarado faltoso. As exceções são as missões oficiais ou licenças. Proposta Bezerra explicou não ser autor da ideia original. Na realidade, a proposta de resolução prevendo a penalidade para os faltosos já existia na ALMT. Ela havia sido apresentada pela Mesa Diretora em 2012, mas foi arquivada. Bezerra afirma que apenas introduziu algumas alterações ao texto, como a previsão de que o site oficial da ALMT informe, nos dias de sessão, os nomes dos deputados presentes em Plenário e os nomes dos faltosos para a população poder acompanhar. “Teve deputado que 'pulou duro'”, lembrou Bezerra, ironizando as manifestações de parlamentares contrários à proposta de resolução, que ainda deve passar pela Comissão de Constituição e Justiça como uma das primeiras etapas no trâmite. Atualmente, além do salário, os deputados estaduais de Mato Grosso recebem R$ 65 mil de verba indenizatória e ainda contam com outros benefícios em serviço, como a compra de passagens aéreas e fornecimento de transporte por conta da ALMT.

Leia mais ...

Processo seletivo do Sebrae tem vagas para 8 municípios de MT

As inscrições para 19 vagas do processo seletivo do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas(Sebrae) de Mato Grosso estão abertas. As vagas são para as cidades de Cuiabá (10),Alta Floresta(1), Barra do Garças(1), Lucas do Rio Verde (1), Nova Mutum (2), Rondonópolis(1), Sinop (2) e Sorriso (1). Os salários são de R$ 1.425,18 para formação de nível médio e R$ 4,4 mil para formação de nível superior.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 9 de junho pelo site da Fapetec, empresa contratada para realizar a seleção.

Requisitos
A primeira fase do processo é a análise de documentos, sendo que o candidato ao cargo de analista (nível superior) deve ter formação universitária reconhecida pelo Ministério da Educação(MEC) em Administração de Empresas, Ciências Contábeis ou Ciências Econômicas, Agronomia, Engenharia Civil.

Também pode se inscrever os formados nos cursos Tecnólogo em Gestão Comercial, Empreendedorismo ou Gestão Financeira. Outra exigência para o cargo de analista é a comprovação de experiência na gestão de projetos, negociações empresariais e atendimento ao cliente.

Já para o cargo de assistente, o candidato precisa apresentar o diploma de conclusão do ensino médio.

Tanto analista como assistente devem ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B, e disponibilidade para viagens. As atribuições do colaborador estão no edital.

Função
Os aprovados com formação superior irão atender os clientes do Sebrae, realizar articulação e gestão de projetos, atuar em apresentações, palestras e oficinas e realizar consultorias.
Entre as atividades desenvolvidas pelos assistentes estão o apoio aos processos e atividades, atendimento aos clientes e o suporte e apoio as ações de gestão e planejamento de projetos.

O Sebrae atua junto aos pequenos negócios, disponibilizando conhecimento e soluções para que os empresários possam se consolidar e assim, contribuir para o desenvolvimento do país. No país, 99% das empresas brasileiras são consideradas pequenas, ou seja, são Microempreendedores Individuais, Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.

Conforme a gerente de Desenvolvimento de Seres Humanos, Suleima Metelo Coelho, além do salário, o candidato tem como atrativo os benefícios oferecidos pela empresa, como plano de saúde, auxílio alimentação, auxílio cultura e previdência privada complementar.

Leia mais ...

Contagem regressiva para abertura oficial da 29ª Expoalta

Faltam apenas 8 dias para a abertura oficial da 29ª Expoalta - Exposição e Feira Agropecuária, Comercial e Industrial de Alta Floresta, que acontecerá na próxima 4ª feira, 27 de maio, com início previsto para as 19h30. O vai-e-vem de homens e máquinas, que teve início ainda no mês de  fevereiro, aos pouco começa a ser reduzido, enquanto o Parque de Exposições do Sindicato Rural, completamente reestruturado, começa a receber os stands das empresas expositoras, dando os retoques finais  para  sediar mais uma edição da Expoalta.

Fernando e Sorocaba, Pedro Henrique e Fernando, a banda Calcinha Preta e a dupla Rio Negro e Solimões, são as principais atrações de shows da Expoalta, que prometem muita animação.  O concurso Balde de Ouro em sua 18ª edição, Ranking do Nelore, Exposição de Suínos, palestras técnicas, Parque de Diversões, o leilão Fazenda Casari & Convidados e o eilão Dois Elos: Fazenda Barra Grande e Fazenda Beviláqua, sob o comando da Estância Bahia, além de outras atrações, como o Show de Prêmios, que acontecerá no domingo, 31 de maio, marcarão as cinco noites de realização da  Expoalta 2015.

Uma variada exposição de máquinas, equipamentos e insumos agrícolas atrairá o grande público que circulará no Parque de Exposições, durante a realização da 29ª Expoalta, no período de 27 a 31 de maio, contando ainda com praça de alimentação, bailão, entre outras atrações. Todos os detalhes estão sendo cuidadosamente preparados, com a preocupação de oferecer além de entretenimento, também conforto  e segurança, ao grande público que marcará presença no maior evento do Agronegócio na região. O chão vai tremer com a realização de mais uma etapa do Circuito Mato-grossense de Rodeio.

A diretoria do Sindicato Rural, está bastante confiante  e aposta na participação da população de Alta Floresta e dos municípios vizinhos.  "Convidamos a todos para participarem, considerando a importância da Expoalta para o fortalecimento da economia do município, além de garantir verba de sustentação  para entidades como APAE e CEEDA," acentua o presidente do Sindicato, Dr. Celso Beviláqua, que mais uma vez aposta no sucesso da Expoalta, em sua 29ª edição.

Leia mais ...

Pagamento por Serviço Ambiental é tema de palestra durante VI Semana de Agronomia da Unemat

O tema Pagamento por Serviço Ambiental (PSA) desenvolvido pelo Projeto Olhos D’ Água da Amazônia (PRODAM), executado pela Secretaria de Meio Ambiente (SECMA) foi assunto de palestra durante a VI Semana de Agronomia e o IV Simpósio de Iniciação Científica das Ciências Agrárias (SICCA) como temática “Segurança hídrica, riscos, impactos e soluções no âmbito rural no Portal da Amazônia”, da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), campus Alta Floresta nesta terça-feira, 19 de maio. A palestra que abordou o Pagamento por Serviço Ambiental foi proferida pelo Engenheiro Agrônomo e mestre em Biodiversidade e Agrossistemas Amazônicos, Cleverson Rodrigues, responsável pela atividade no PRODAM, que implantou em 2014 o Programa Guardião de Águas – conhecido como PSA.   Segundo Rodrigues, trata-se de uma forma eficiente de incentivar a preservação ambiental, protegendo os recursos naturais, além da geração de renda em áreas de preservação conservando a biodiversidade local, as nascentes e cursos de rios, visto assim como uma estratégia para o desenvolvimento sustentável no município. O Programa Guardião de Águas visa o pagamento por serviços ambientais em 647 hectares, o qual reconhecerá e pagará ao beneficiário que recuperar ou melhorar as margens ou entorno de suas nascentes. O programa é executado conforme determina a Lei Municipal 2.040/2013 e alteração da lei n°2.159/2014 regulamentado pelo decreto n°197/2014, e é desenvolvida na Bacia Mariana I e II, e em Áreas de Preservação Permanente em Processo de Recuperação (APPD). Para Rodrigues, esse é um momento em que os acadêmicos tem oportunidade de conhecer as atividades que são desenvolvidas em Alta Floresta, por meio do Projeto Olhos D’ Água da Amazônia, em especial as ações ligadas aos recursos hídricos. 

Leia mais ...

Associação dos magistrados defende juíza de "ataques" de Asiel

Uma nota de repúdio emitida pela Associação Mato-Grossense dos Magistrados expôs o clima de instabilidade entre os poderes Executivo e Judiciário em Alta Floresta. O “pé-de-guerra” que parece ganhar mais força a cada dia entre os “poderosos” teve como um dos fatores que influenciaram na discussão, o afastamento de Asiel Bezerra, consumado por decisão da juíza da 6ª Vara Cível da Comarca de Alta Floresta, Milena Ramos.


Após reverter sua situação de afastado do cargo por decisão superior do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, o prefeito Asiel Bezerra teceu duras críticas em seu discurso com relação à decisão da magistrada que o afastou e também tirou do cargo o então secretário de saúde do município, Manoel João.

 

Na época, Asiel qualificou a decisão da magistrada como “arbitrária” e “geradora de instabilidade entre poderes”. O prefeito também comentou a decisão que o reconduziu ao cargo de prefeito e deu conotação de um possível reconhecimento do tribunal de justiça com relação a suposta falta de amparo legal na decisão da juíza. Fato contestado pela Associação, que fez questão de expor na nota de repúdio às palavras do prefeito que a decisão que o reconduziu ao cargo não é definitiva e sim provisória.

 

Segue abaixo a nota emitida e que repercute na mídia mato-grossense, nesta quinta feira.

 

A Associação Mato-grossense de Magistrados – Amam, entidade de classe que congrega e representa os membros do Poder Judiciário de Mato Grosso, vem à público apresentar esclarecimentos e manifestar o mais amplo repúdio em relação às atitudes perpetradas pelo prefeito de Alta Floresta/MT, Asiel Bezerra, que sem direito ou razão vem promovendo ataques à atividade profissional da magistrada Milena Ramos de Lima e Souza Paro, juíza de Direito da 6ª Vara Cível do município.

 

Pela imprensa, o chefe do Poder Executivo municipal qualificou como arbitrária, geradora de instabilidade institucional e contrária à Constituição decisão através da qual a magistrada o afastou liminarmente do cargo de prefeito, sendo certo que os autos do processo informam que essa decisão foi juridicamente tomada somente depois de redobradas intimações para que o mesmo cumprisse a Lei Federal e as ordens de juízo competente.

 

A referida decisão é oriunda de Ação Civil Pública - proposta pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso, com fundamento na prática de supostos atos de improbidade administrativa por parte do prefeito em determinados serviços na área de saúde, e não há qualquer dúvida de que a opção legal e processual da juíza se mostrou robusta e bem fundamentada, sendo fruto do seu livre convencimento motivado. Isso sem contar o fato de que a magistrada atua há mais de dez anos na Comarca, é conhecedora da realidade local e possui qualquer registro que desabone sua conduta moral ou profissional.

 

Cabe registrar, ainda, que contrariamente ao informado por Asiel Bezerra, a decisão de seu afastamento do cargo não foi revogada em definitivo, apenas teve sua eficácia temporariamente suspensa pela presidência do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), até o julgamento de mérito do recurso de Agravo de Instrumento.

 

A Amam também esclarece que ingressou na representação disciplinar movida pelo prefeito em face da magistrada, acreditando firmemente que o procedimento administrativo será arquivado porque é desprovido de justa causa. Sabemos que a intenção do prefeito com esta representação é macular a honra da magistrada e desacreditar os aguerridos membros do Poder Judiciário de Alta Floresta, o que evidentemente não se pode admitir.

 

Assim, prestamos integral solidariedade à juíza Milena Ramos de Lima e Souza Paro, consignando que sempre adotará as posturas necessárias e proporcionais para fazer valer as garantias e prerrogativas institucionais dela e de toda a magistratura do Estado.

 

José Arimatea Neves da Costa
Presidente da Associação Mato-grossense de Magistrados - AMAM
Leia mais ...

Alta Floresta: Zamir Mendes é reconduzido para Secretaria de Esportes e Arisner voltará para Cultura

Depois de pouco mais de 100 dias afastado da Prefeitura Municipal, Zamir Mendes foi reconduzido para o cargo de Secretário Municipal de Esportes em Alta Floresta. A nomeação foi publicada já no final dessa quarta-feira (20) pelo prefeito Asiel Bezerra, que esta em viagem a capital do estado. Com as medidas Asiel deixa em dúvida o seu pronunciamento realizado quando de sua volta a administração municipal. Após ser afastado e conseguir na justiça a suspensão temporária da liminar, ele disse em coletiva que nenhum secretário afastado voltaria para a prefeitura, mas deixou uma lacuna ao acrescentar "ao menos por enquanto nenhum voltará para as mesmas secretarias". Sem muito desgate durante sua gestão no esporte, Zamir volta de cabeça erguida e com ânimo renovado, até mesmo pela forma com deixou a pasta. Na época, informações davam conta que a saída de Zamir se deu até mesmo por pedidos de partidários do PMDB, seu próprio partido, que vêem nele, uma futura ameaça politica. Após a “costura” dessa situação politica, Zamir volta a ocupar a pasta e trás consigo o ex-diretor de esportes da Lemaf Adilson Rocha Santana que deve ocupar um cargo voltado á área de futebol. Adilson chega como uma nova contratação para o esporte altaflorestense a pedido do presidente Elói Crestani. Arisner Campos volta para Cultura Aproveitando a carona na nomeação de Zamir Mendes o PMDB de Alta Floresta exigiu a nomeação da ex-Secretaria de Cultura Arisne Campos, que acabou sendo renomeada para o cargo de Secretária de Cultura já no final da tarde dessa quarta-feira, um dia após o município completar 39 anos. 

Leia mais ...