TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU

Mato Grosso é um dos seis estados onde há suspeita de fraude no Enem

A informação foi confirmada pela Polícia Civil de Minas Gerais, que desarticulou uma quadrilha especializada na fraude de vestibulares, que cobrava até R$ 100 mil por gabaritos de provas, inclusive de Medicina. Além de Mato Grosso, o Enem teria sido fraudado em outros estados: São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia. No último domingo (23), 21 pessoas que compraram o gabarito para o processo seletivo da Faculdade Ciências Médicas, na capital mineira, foram detidas. As investigações da operação ‘Hemostase II’ começaram em dezembro do ano passado e, segundo o delegado Jeferson Botelho, a quadrilha age no Brasil há mais de 20 anos. Ele suspeita que tenha havido fraude no Enem de 2012, 2013 e 2014. Em Mato Grosso, o Enem é a única forma de ingressar nas instituições públicas, como a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade do Estado (Unemat), e Instituto Federal (IFMT). Nos próximos dias, outros pedidos de prisão devem ser formalizados pelos promotores de Justiça. Ainda não foi confirmado se há membros da quadrilha no Estado. O resultado final da operação será apresentado nos próximos dias. Até o momento, 11 integrantes da quadrilha foram presos. Os dois suspeitos de liderar o grupo são mineiros: Áureo Moura Ferreira e Carlos Roberto Leite Lobo. Eles foram detidos em Belo Horizonte, onde monitoravam os trabalhos na tarde do vestibular. Na residência de Ferreira, foram encontrados vários materiais que mostram a ligação com a fraude, entre eles cadernos do Enem e provas de vestibulares, além dos aparelhos de escuta. A ação do grupo se dava da seguinte forma: outros membros se passavam por candidatos, faziam as provas rapidamente, saiam com os resultados das questões e, por meio de um ponto eletrônico, repassavam para os candidatos envolvidos no esquema. O último lote de equipamentos adquiridos pela quadrilha era composto por micropontos e um moderno sistema de transmissão de dados, que teria sido adquirido na China por 200 mil dólares. O Diário entrou em contato o Inep, e por meio de nota, foi informado de que a segurança do Enem é feita antes, durante e após a aplicação dos testes pela Polícia Federal. Nesta edição, 1.59 participantes foram eliminados por tentativa de fraudes. Sobre o caso em questão, o Inep não recebeu da Polícia Federal qualquer informação sobre o caso. Foi inteirado que o instituto é o maior interessado no esclarecimento desses benefícios ilegais, bem como na punição dos beneficiados. O delegado responsável pela operação, Jeferson Botelho, foi procurado pela reportagem, mas não respondeu às ligações. O grupo pode responder por formação de quadrilha, falsidade ideológica e fraude em certame de interesse público. Já os beneficiados podem responder por fraude.
Leia mais ...

Campanhas de Aécio e Dilma juntas gastaram mais de R$ 570 milhões

A prestação de contas das campanhas de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) foi divulgada hoje (25) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ao todo, os candidatos que disputaram o segundo turno das eleições presidenciais gastaram R$ 570.050.970,85. A campanha de Dilma Rousseff foi a que gastou mais. As despesas da campanha petista à presidência somaram R$ 350.575.063,64. Já as receitas foram R$ 350.836.301,70. Os valores informados ao TSE mostram saldo positivo de R$ 261.238,06. O candidato do PSDB, por sua vez, gastou R$ 223.475.907,21 e arrecadou R$ 222.925.853,17. Um saldo negativo de R$ 550.054,04. De acordo com a legislação eleitoral, as dívidas devem ser assumidas pelos partidos. Ambos os candidatos receberam doações dos bancos Bradesco e Itaú, da empresa Odebrecht Óleo e Gás S.A e das construtoras OAS e Andrade Gutierrez, dentre outros grupos econômicos. Os dados foram apresentados nesta terça-feira, último dia estabelecido pelo TSE. As contas da campanha da presidenta reeleita, Dilma Rousseff, estão sob a relatoria do ministro Gilmar Mendes. Já o processo do candidato Aécio Neves será relatado pela ministra Maria Thereza de Assis Moura. A prestação das contas de todos os candidatos que participaram das eleições é obrigatória, segundo a legislação. Os candidatos à Presidência que concorreram apenas no primeiro turno informaram as contas das campanhas no dia 4 deste mês.
Leia mais ...

Secitec abre vagas para contratação de profissionais para AF e outros municipios

Estão abertas até o dia 27 de novembro as inscrições para processo seletivo que visa contratar 21 profissionais para apoio às atividades acadêmicas e administrativas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). É exigido que os candidatos tenham conhecimento em informática, nível médio completo e morem no município em que concorrerão à bolsa. Não há cobrança de taxas. As atividades desenvolvidas pelos bolsistas do Pronatec visam realização dos cursos de formação inicial e continuada pactuados entre a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Secitec) e o Ministério da Educação, no quantitativo de vagas para o Exercício de 2014/02 e 2015. Entre as tarefas estão a de apoiar a gestão acadêmica e administrativa das turmas; acompanhar e subsidiar a atuação dos professores; receber registros da frequência e do desempenho acadêmico dos estudantes e inseri-los no Sistec no prazo determinado pelo MEC; participar dos encontros de coordenação; realizar a matrícula dos estudantes, dentre outras funções. Os candidatos selecionados devem atender às Escolas Técnicas Estaduais de Educação Profissional e Tecnológica e Unidades Remotas de Alta Floresta, Barra do Garças, Diamantino, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra. Os selecionados atuarão nos municípios de Água Boa, Bom Jesus do Araguaia, Campinápolis, Porto Alegre do Norte, Santa Rita do Trivelato, Barão de Melgaço, Itiquira, Pedra Preta, São José do Povo, Tesouro, Juara, Sinop, Guarantã do Norte, Marcelândia, Porto dos Gaúchos, Cáceres, Araputanga, Tangará da Serra e Vila Bela da Santíssima Trindade. O pagamento da bolsa será feito de acordo com a carga horária trabalhada, no valor de R$ 18 por hora. A seleção será por meio de análise de currículo no dia 28 de novembro. O resultado final será divulgado no dia 05 de dezembro. O edital do processo seletivo está na página da Secitec no www.secitec.mt.gov.br no link Editais.
Leia mais ...

Alta Floresta: demitido sargento da PM acusado de abusar de enteada

O comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Nerci Denardi, determinou a exclusão do segundo sargento J.K.C.S, lotado em Alta Floresta, em processo administrativo disciplinar. Consta na decisão, que a abertura se deu com base nas acusações que constam dos autos, dando conta que último semestre de 2009 e junho de 2010, por reiteradas vezes, em uma residência, no bairro Boa Nova II, praticou atos libidinosos com a adolescente, 13 anos, que era sua enteada. Ainda consta que o acusado conviveu maritalmente a mãe da adolescente por um período de aproximadamente 10 anos, entre os anos de 2000 a 2010, residindo com a menor desde os 3 anos dela. “Ressalta-se que este valeu-se do vínculo afetivo e da autoridade que exercia sobre a menor para submetê-la por reiteradas vezes a atos destinados a saciar sua concupiscência”, é destacado, além da tentativa de conjunção carnal, e acariciar a barriga, a coxa e o órgão genital dela. A publicação aponta que o policial faltou ao serviço dia 1 de julho de 2010, sendo declarado ausente a contar de zero hora do dia 2 de julho, transcorrendo o prazo legal de oito dias, sem que se apresentasse espontaneamente ou fosse localizado e detido, apesar das diligências realizadas. “Sendo que somente na data de 8 de fevereiro de 2012, o mesmo foi capturado na avenida Alice Freire, bairro CPA IV, 3o Etapa […] no qual constava um mandado de prisão em aberto, sendo declarado foragido desde a data de 15 de março de 2011”. O comando entendeu que “disciplinado, em tese incorreu em conduta criminosa, bem como infringiu de forma residual normas disciplinares castrenses que ferem os deveres, os valores éticos, morais e as obrigações previstas no Estatuto dos Servidores Públicos Militares”.
Leia mais ...

Elói Crestani é eleito presidente da Câmara Municipal de Alta Floresta

O vereador Elói Crestani (PMDB) foi eleito presidente da Câmara Municipal de Alta Floresta. Crestani obteve 7 votos, enquanto seu concorrente Bernardo Patrício (SDD) teve apenas 4 votos. A votação para a escola da Mesa Diretora para o biênio 2015/2016 aconteceu na manhã desta terça-feira, 25, durante a sessão ordinária do Legislativo. Elói encabeçava a chapa “Legislativo em Ação II”, tendo como vice-presidente, o vereador Paulinho Jiló (PROS), primeiro secretário Emerson Machado (PMDB), e segundo secretário Reinaldo de Souza, o Lau (PSD). Já a chapa “União Independente” tinha como candidato a presidente Bernardo Patrício (SDD), vice presidente Rogério Colicchio, primeiro secretário Dia Pires (PPS) e segunda secretária Elisa Gomes Machado (PDT). Em entrevista ao Florestanet, Elói Crestani agradeceu os vereadores que confiaram o voto para presidir o Legislativo Municipal, nos próximos dois anos, principalmente os vereados Valdecir José dos Santos, o Mendonça, (PSC), Charles Miranda (PR) e Oslen Dias, o Tuti (PSDB), que não faziam parte da Mesa Diretora, mas somaram com o grupo. “É uma grande responsabilidade”, definiu Crestani, ressaltando ainda que não medirá esforços para fazer com que os demais vereadores que não votaram em sua chapa venham fazer parte do grupo, para trabalhar juntos em busca de melhorias para o município de Alta Floresta. Elói garantiu que sua meta como presidente, é fazer uma aproximação maior entre o Poder Executivo e o Legislativo. “Já tive uma reunião com o prefeito Asiel Bezerra, ele garantiu que a partir de janeiro de 2015, estará fazendo uma reunião com os 11 vereadores e os 15 secretários, sempre nas primeiras segundas feiras de cada mês, isso vai trazer essa aproximação que queremos e vamos tentar fazer o melhor a frente da presidência dessa Casa”, afirmou Elói Crestani, que está em seu primeiro mandado de vereador Por Alta Floresta.
Leia mais ...

Alta Floresta: educação baixa portaria que corta professores em período integral em creches

A notícia de que as creches municipais de Alta Floresta poderão passar a atender somente em meio período caiu como uma bomba para as mães que precisam dos serviços das unidades para poder trabalhar e com isso complementar a renda familiar. Um grupo de mães expos a situação na manhã de ontem na câmara municipal, segundo Viviane Fraga, moradora do bairro Santa Maria, a mesma tem suas filhas na creche Laura Vicunha, a possibilidade anunciada. A intenção da secretaria de educação, publicada inclusive na portaria 091/2014 é alterar o horário de trabalho das professoras, fazendo com que as mesmas trabalhem apenas no período matutino, essa situação já havia sido manifestada no ano passado, mas o executivo recuou devido à repercussão negativa e pressão das mães. Além de alterar o funcionamento das unidades haverá a possibilidade de demissões e professores. A medida já está sendo avaliada pelo Ministério Público A tarde, as crianças ficariam sob a responsabilidade de TDEI´s – Técnicos de Desenvolvimento Infantil, já nos berçários, ao invés de um professor e dois TDEI´s, seriam três TDEI´s. A responsabilidade da sala de aula, segundo a legislação é do professor. “Em momento algum, nós pais, estamos criticando a função dos TDEI´s, nós só queremos que nossos filhos tenham direito a ter um professor em período integral para acompanhar o seu desenvolvimento, na educação infantil é impossível separar o educar do cuidar”, disse. A justificativa para a mudança é a falta de recursos para manter os profissionais. Além desta medida, outras devem alterar o sistema de educação municipal atual. Outra portaria, estabelece que no maternal 2, ou seja, crianças com idade de 3 anos a 3 anos e 11 meses, terão as turmas novas apenas em meio período, já as crianças que estão matriculadas continuam em período integral. Viviane Fraga disse que a secretária de educação, Lenita Kroker, adiantou que uma audiência deve ser realizada na quinta ou sexta-feira para discutir a situação.
Leia mais ...

Hospital Regional de Alta Floresta recebe nova ala de serviços, equipamentos e ambulância com UTI

O secretário de Estado de Saúde Jorge Lafetá inaugura nova ala de serviços do Hospital Regional de Alta Floresta Albertin Sabin e entrega equipamentos hospitalares, uma ambulância equipada com UTI ,num investimento de R$ 1 milhão com recursos do Governo do Estado, nesta sexta-feira(28), às 09h. A nova Ala abrigará os serviços de coleta e transfusão de sangue, laboratório de análises clínicas e serviços de ginecologia e obstetrícia com 10 leitos. Foram feitas obras, reformas e ampliações no laboratório de análises clínicas, conclusão do setor de ginecologia obstetrícia e construção da Unidade de Coleta de Sangue e Transfusão, além de melhorias e adequações e revisão de instalações elétricas e hidrossanitárias, instalação de condicionadores de ar e climatização nos ambientes. Para Jorge Lafetá, com esta nova ala e o recebimento de equipamentos de alta tecnologia hospitalar, o Hospital Regional de Alta Floresta, que conta hoje com 72 leitos, potencializa sua capacidade de atendimento na urgência e emergência e tem a possibilidade de ampliar cirurgias com a entrega do arco cirúrgico. "Hoje a capacidade média na realização de cirurgia é de 200/mês das quais 60% são de urgência, esse número vai ampliar dando a Região Norte mais segurança e qualidade de atendimento.Seguimos investindo na Saúde dentro do Programa da Interiorização das ações e serviços, melhorando assim as condições de trabalho e o atendimento aos usuários”, disse ele. O Governo do Estado entrega também ao Hospital Regional uma ambulância equipada para transportar pacientes que necessitam de UTI móvel. Entre os equipamentos estão o arco cirúrgico, dois bisturis elétricos, dois focos cirúrgicos, três carrinhos de anestesia, sete carrinhos de emergência, mesa cirúrgica automatizada. Já a Unidade de Coleta e Transfusão de Sangue terá a capacidade de receber 20 doadores por turno. Já para o Interventor do Hospital Regional, Marcelo Costa, estes investimentos no Regional vão permitir atender os Usuários do SUS da Região Norte, nas especialidades que necessitam, evitando a transferência para a Capital. “O Estado vem avançando na implantação de serviços de média e alta complexidade nas várias regiões do Estado. Neste caso especifico do Regional de Alta Floresta nos permite dar ao cidadão um atendimento mais humanizado, uma vez que transferir um paciente afeta diretamente a qualidade de vida da família e causa transtorno.Nas especialidades que ofertamos não vai mais acontecer transferências, e temos projetos para implantarmos mais serviços,como previsto dez leitos de UTIs adulto. Os esforços do governador Silval Barbosa no emprego da Política de Saúde de atender o cidadão mais próximo de sua casa, está acontecendo e fortalecendo a Rede SUS de Mato Grosso”, afiançou ele. O Hospital Regional de Alta Floresta oferta serviços de Pediatria, Consulta Especializada de Apoio, Cardiologia, Oftalmologia, Nutricionista, Farmácia, Serviço Social, Psicologia, Fisioterapeuta,Unidade de Coleta e Transfusão, Ginecologia e Obstétricia, Cirurgião Geral, Cirurgião Vascular, Bucomaxilo, Urologista, Clinica Médica, Anestesia. Também fornece: Exames de Imagem: (raio-x, Tomografia Computadorizada, Ultrassonografia, Mamografia, Ecocardiograma), Eletrocardiograma com laudo, Atendimento Especializado.
Leia mais ...