TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU

Confinamento chega 11% a menos em MT; É a terceira queda consecutiva

Mato Grosso registrou recuo de 11% no número de animais confinados em relação a 2013. É o terceiro ano consecutivo em que os pecuaristas decidem confinar menos. A redução é decorrente de preços no mercado futuro menos favoráveis durante o planejamento, entre março e abril, do regime fechado de alimentação neste ano. Em 2014 foram destinados ao confinamento 636,66 mil cabeças de gado em Mato Grosso, contra 717,8 mil registradas em 2013.
A confirmação de redução consta no 3º Levantamento das Intenções de Confinamento em 2014, estudo este elaborado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a pedido da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat).

Leia mais ...

Oito servidores são afastados em MT por desvio de R$ 1,3 milhão do IBGE

A Justiça Federal determinou que oito servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em Mato Grosso, sejam afastados dos cargos após denúncia de que teriam desviado R$ 1,3 milhão do órgão através do uso de cartões de pagamento do governo federal. Cinco deles foram presos durante a Operação 'Lao, deflagrada pela Polícia Federal, no dia 30 de abril deste ano. A decisão é do juiz da 5ª Vara Federal, Jefferson Schneider, e foi divulgada nesta quarta-feira (19).

De acordo com o magistrado, a medida cautelar é para que as investigações não sejam comprometidas, já que os servidores têm acesso a documentos sigilosos. No entanto, mesmo fora das funções, a remuneração mensal não será comprometida. “Assim, permitir a manutenção dos réus no exercício de suas funções institucionais contribuiria decisivamente para que novos delitos fossem cometidos, especialmente porque, permanecendo em seus cargos, os acusados continuarão ter acessos a recursos públicos e, por conseguinte, ao mesmo cenário fático que supostamente oportunizou o cometimento dos ilícitos que lhe foram imputados na denúncia e em seu aditamento”, consta trecho da decisão.

A investigação apontou que os servidores eram integrantes de uma quadrilha teria movimentado o montante, entre 2010 e 2013. Conforme denúncia do Ministério Público Federal, eles fraudavam a prestação de contas dos recursos, faziam saques irregulares, emitiam recibos 'incorretos', em nome de pessoas que não prestaram o serviço descrito no documento e até mesmo mortos. Também emitiam notas frias e falsificavam assinaturas de servidores responsáveis pela concessão e aprovação dessas prestações de contas.

Durante o processo investigatório, a PF descobriu que sete servidores do IBGE de Mato Grosso compartilhavam os mesmos prestadores de serviço, tanto de pessoas físicas e jurídicas, supostamente falsos, independentemente da localidade onde estão lotados ou do local onde informam terem feito a despesa. Os acusados respondem pelos crimes de peculato e associação ao crime, com pena de reclusão entre 4 e 8 anos.

Alguns dos servidores denunciados pelo MPF atuavam nos cargos de chefe da agência do IBGE, em Cuiabá, supervisor de orçamento e finanças, também outra pessoa que chegou a assumir como chefe-substituto da unidade. Cada um deles, segundo o MPF, tinha uma função específica no órgão para o desvio do dinheiro e foi constatada a ligação entre eles na organização criminosa.

Um dos servidores que também teve o pedido de afastamento das funções no IBGE já está aposentado e, por isso, o juiz indeferiu o pedido do MPF. Durante o cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão, a PF apreendeu R$ 156 mil em dinheiro e cerca de 2 mil dólares, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Ao todo, foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão, dois mandados de condução coercitiva, além dos cinco de prisão, cumpridos na capital, em Várzea Grande, região metropolitana, Rondonópolis, Cáceres e Pontes e Lacerda.

Leia mais ...

Último réu civil da Chacina de Matupá é absolvido

O último réu civil, Arlindo Capitani, acusado de envolvimento no triplo assassinato, que ficou conhecido como a “Chacina de Matupá”, foi absolvido. O Tribunal do Júri, presidido pela juíza titular da Comarca de Matupá, Cláudia Anffe Nunes da Cunha, ocorreu na tarde desta quarta-feira (19 de novembro).

Ele estava entre os 18 homens, civis e policiais militares, acusados de terem participado da morte de Ivacir Garcia dos Santos, 31, Arci Garcia dos Santos, 28, e Osvaldo José Bachinan, 32, em novembro de 1990. Os três foram espancados e queimados vivos em praça pública, após uma tentativa de assalto, em que invadiram uma residência e mantiveram mulheres e crianças reféns por mais de 15 horas.

 A Polícia Militar foi acionada e os assaltantes se renderam. No entanto, eles foram capturados pelos populares e mortos. A ação foi registrada por um cinegrafista e as imagens repercutiram em todo o mundo.

 Em outubro de 2011, em razão do grande número de réus, à época o juiz titular da comarca determinou o desmembramento do processo e marcou quatro sessões para a realização do júri popular. O processo de Arlindo Capitani foi desmembrado sob alegação de que ele não foi intimado para o júri popular. O processo envolvendo os policiais militares também foi desmembrado.

Leia mais ...

Homem de 48 anos morre em capotamento na MT-208, outros três ficam feridos

Um acidente na madrugada desta quinta-feira, 20, na MT-208 no trecho entre o município de Nova Monte Verde e Apiacás, extremo norte de Mato Grosso, deixou uma pessoa morta e três feridas.

Segundo informações da Polícia Militar, uma camionete Hilux, branca, placas OAX-3501, de Sinop, seguia pela rodovia estadual sentido a cidade de Apiacás, e acabou capotando logo após passar uma ponte que fica próxima ao trevo que segue para Apiacás.

A camionete era ocupada por Luiz Carlos da Silva, 42 anos, José Augusto Rodrigues, 34 anos, Nilson de Souza Cardoso, 29, e Healdison Muniz, 48 anos, este último acabou morrendo no local do acidente. Os demais foram socorridos e encaminhados para o Pronto Socorro do Hospital Regional Albert Sabin de Alta Floresta, ainda durante a madrugada.

Informações são de que a camionete era dirigida por Luiz Carlos da Silva, que está em estado grave, em função de ter sofrido traumatismo craniano. Os quatro ocupantes da camionete trabalham em obras de construção na região e são da cidade de Sinop.

Vários acidentes já foram registrados no mesmo local, no trecho há um pedaço de asfalto que termina bem perto da ponte e quem não conhece acaba sendo surpreendido.

Leia mais ...

Segunda etapa da Campanha de Multivacinação em AF será na próxima semana

A Secretaria de Saúde de Alta Floresta promove o dia D da Campanha de Multivacinação. Serão ministradas doses de vacina contra a pólio (que protege contra a paralisia infantil), a triviral (sarampo, rubéola e caxumba) e a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela). Todas as crianças de seis meses a menores de cinco anos devem ser imunizadas.  

 A segunda etapa ocorrerá nas Unidades de Saúde da Família, o qual passou do dia 22 de novembro para o dia 29 de novembro de 2014.

Leia mais ...

Altaflorestenses são destaques em um dos maiores concursos de modelos do País

12 pessoas entre jovens e crianças saíram de Alta Floresta para participar da Etapa Estadual de um dos Concursos mais famosos do País o The Look of The Year que aconteceu na última seta-feira (14), no Espaço Adriano Guedes.  Mais de 80 candidatos desfilaram na segunda edição de Mato Grosso do concurso de modelos que já revelou modelos como Cindy Crawford, Tatjana Patitz, Stephanie Seymour e a brasileira Gisele Bündchen.

A seletiva regional do Norte de Mato Grosso aconteceu em Alta Floresta com o apoio da Secretaria de Cultura de Alta Floresta e produção da Jornalista Karyna Azevedo no mês de outubro deste ano, e contou com a presença de mais de 40 candidatos entre moças, rapazes e crianças, no evento, o scouter Muryllo Lorensoni classificou 6 moças, 1 rapaz e 6 crianças para participarem do evento em Cuiabá.

O Nortão fez bonito no concurso, 3 moças e 4 crianças foram convidados a irem a São Paulo fazer testes nas maiores agências da Metrópole, as Altaflorestenses Kauana Galesk e Camila Costa Luiz ficaram entre as 5 finalistas, 3º e 4º lugar respectivamente, não foram classificadas para a final Nacional do Concurso, mas foram destaques no evento e terão a chance de participar da rotina de uma modelo na casa da Agência da Joy Model em São Paulo e quem sabe seguir nessa carreira tão sonhada por tantas moças e rapazes. Destaque também para as crianças que encantaram o diretor da Joy Model Management Jocler Turmina que classificou os Altaflorestenses João Ricardo, Yasmim, Victor e Brenda para fazerem testes nas principais agências infantis do País, Fernanda Prado ficou entre as 15 finalistas e também conquistou a oportunidade de ir a São Paulo.

O concurso The Look of The Year Mato Grosso foi organizado por Muryllo Lorensoni que percorreu 11 cidades do Estado. O primeiro lugar ficou com Ingrid Santin e o segundo com Antonia Mariana. A vencedora da fase regional em Mato Grosso irá competir em São Paulo por um contrato de R$ 100 mil com a empresa Joy Model Management.

Leia mais ...

Rombo no Paiaguás: Governador de MT já admite déficit de R$ 1,2 bilhão

Diante das declarações do governador eleitoPedro Taques (PDT), de que sua equipe de transição levantou de forma extraoficial que a gestão do governo Silval Barbosa (PMDB)estaria deixando um déficit de R$ 1.200 bilhão, o chefe do Executivo Estadual acabou admitindo que não sabe qual o tamanho do “rombo” do Estado, mas rebateu dizendo que vai deixar dinheiro em caixa para cobrir as contas e o saldo negativo.

 

“Não sei quanto que é. Isso vai ser levantado no final. Pode ser isso, mas eu acredito que não chega. Pode ser que tem, mas vou deixar mais 

 

de R$ 1 bilhão na conta, em caixa, verba pura, fora os convênios, eu não estou falando em convênios.”, declarou.

Silval ainda fez questão de relatar os valores dos convênios que já estariam empenhados para o pagamento das obras.

“São mais R$ 800 milhões do Mato Grosso Integrado, mais R$ 170 milhões do Prodetur, mais R$  700 milhões de ponte, mais o VLT, mais R$ 1 bilhão da passagem urbana de Cuiabá e R$ 174 milhões. Então, não pode falar só no déficit, olha a grana que está na conta, vai ser próximo de R$ 4 bilhões ou mais em obras”, argumentou.

Para cobrir o déficit extraoficial citado por Taques, em entrevista ao programa Conexão Poder, no último domingo (16), o governador eleito e sua equipe vem estudando uma série de medidas que preveem a redução do custeio da máquina administrativa do Estado, em cerca de 10%. O pedetista também já deixou claro que a proposta de sua reforma administrativa prevê a junção de Secretarias, reduzindo o número de pastas. Outra medida que o governador eleito citou como necessária é a realização de uma auditoria para saber onde e como o Estado está gastando mal.

 

Aos jornalistas, Silval citou que a auditoria é mais que um direito, é um dever do governador eleito, mas fez questão de ressaltar que sua administração já realiza auditorias constantes. 

“É o papel dele. Todos os contratos nossos passam por uma auditoria permanente, todos. Ele está fazendo a obrigação dele como governador tem que  fazer. Eles têm de fazer e eles estão fazendo praticamente já um levantamento,  quase uma auditoria na transição,  o que é normal isso”, pontuou.

Leia mais ...