TPL_GK_LANG_MOBILE_MENU

Jovem morre após parto no Hospital Regional de Alta Floresta

Faleceu na noite de terça-feira(16), Taís de Andrade Moraes, de 19 anos, após dar a luz a seu filho no Hospital Regional de Alta Floresta.
 
Segundo informações do esposo da vítima, ela sentia fortes dores e então a sogra e o cunhado a levaram para o hospital onde a mesma foi dispensada por volta das 3hs da madrugada de terça-feira(16), pela manhã ainda com dor a vítima foi levada á um PSF do bairro Cidade Alta, foi examinada pela Dra. que ali atende e encaminhada ao Hospital Regional novamente, a criança nasceu saudável mas a mãe veio a faleceu logo depois. 
 
Alexsandro Cordeiro que trabalha na obra de uma usina da região, recebeu a notícia da morte de Taís por volta das 20hs de terça-feira(16) e entrou em desespero querendo saber o motivo da morte de sua esposa, e o qual foi informado que a mesma faleceu devido ao problema de hipertensão.
 
O esposo da vítima diz que o pré natal foi feito no PSF com todas as consultas realizadas, assim como os exames e que não entende como não foi diagnosticado tal problema, alegando ainda que acionará o MP para tomar as devidas providências.
 
' Minha esposa já estava com 42 semanas de gravidez e o certo é 39 semanas e eles não queriam atender minha mulher. Os médicos do hospital alegam que o erro é do PSF e não deles, mas eu vou em busca da justiça para que isso não aconteça com outras jovens sonhadoras como era minha esposa, o final de ano pra minha família e pra família dela acabou.'
 
O caso será investigado.
Leia mais ...

GGI terá gabinete próprio a partir do próximo ano

O Gabinete de Gestão Integrada Municipal que envolve as forças de segurança de Alta Floresta terá a partir de 2015 um gabinete próprio para os encontros e reuniões.

A informação foi repassada pelo Coronel Ribeiro, Comandante do IX Comando Regional da Policia Militar da conquista desse espaço importante para a entidade, já que as reuniões estavam acontecendo na Câmara Municipal.

Ribeiro informou que esse novo espaço foi utilizado na obra da Usina do Teles Pires e com o fim das obras, ele foi doado pelos diretores da Odebrecht.  O local para a implantação do gabinete deve ser o 8º BPM de Alta Floresta. Junto com o novo espaço, Ribeiro conseguiu ainda um campo sintético para a Associação da PM de Alta Floresta. “Agradeço aos diretores da Odebrecht, em especial ao Drº Antonio Augusto e ao Srº Aldo, diretor financeiro pela atenção e a parceria com o CR IX”, finalizou Ribeiro. 

 
    
Leia mais ...

Maior teatro de MT será inaugurado na segunda

Será inaugurado nesta segunda-feira (22), às 19h30, o Teatro Zulmira Canavarros, construído anexo ao prédio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

A inauguração contará com uma mostra de cultura regional que incluirá apresentações de artes cênicas, música e dança, todas abertas à população.

O prédio, que conta com 774 lugares e estará entre os 70 maiores do país. Irão se apresentar a dupla Nico e Lau e o ator André de Lucca; além de balé clássico, com o Balé Caroline, dança regional com o grupo Flor Ribeirinha, além da dupla Henrique e Claudinho.

Seguindo as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas, o prédio terá lugares especiais para obesos (12), cadeirantes (12) e outros casos que necessitem de espaços especiais (10). O arquiteto responsável pelo projeto é Pedro Willi Kirst.

O sistema de acústica do prédio foi feito com mantas especiais nas paredes, nos forros e no piso, com inclinações nos forros para reflexão do som, o que permite a perfeita audição dos eventos, de forma igual, de qualquer ponto do teatro.

A “boca do palco” tem 14 metros de largura por 5,45 de altura e 11 metros de profundidade. Além disso, conta com seis metros de altura – fora da vista dos espectadores – para o recolhimento de cenário e varas, o que permitirá ao público, por exemplo, apreciar atrações que tenham elementos suspensos.

O tablado do palco é elevado em 1 metro e 10 centímetros do chão – que comporta alçapões – para permitir apresentações de espetáculos de mágica.

O teatro tem dois camarins com banheiros, áreas para administração e para local para abrigar o material dos espetáculos. Tem também espaço com área de 150 metros quadrados para treinamentos, oficinas, testes, aquecimentos.

Tudo será controlado de forma automatizada, por meio de mesas formadas com estruturas em cabos de fibra ótica. Ao todo são 150 pontos de luz.

Leia mais ...

Mato Grosso: Mais de 50 pacientes não terão o Natal em família

A falta de assistência e a suspensão do fornecimento de passagens podem deixar mais de 50 pacientes de Mato Grosso que fazem tratamento fora do Estado longe de suas famílias nas festas de final de ano. Isso porque o Estado suspendeu o fornecimento de passagens a esses pacientes, afirma o Ministério Público Estadual (MPE).

Outras 120 pessoas, que já tinham consultas marcadas, também estão sem a assistência. São pacientes que não encontraram atendimento especializado no Estado e teriam que ser encaminhados para outras unidades federativas, a exemplo daqueles que já passaram ou aguardam a realização de transplantes.

Por conta disso, o MPE ingressou com ação civil pública, nesta quinta-feira (18), com pedido de liminar para tentar reverter à situação. O órgão fiscalizador requer do Poder Judiciário o estabelecimento de um prazo máximo de 48 horas para que o Estado adote as medidas necessárias e garanta o retorno dos pacientes aos seus municípios. 

Também foram solicitadas providências que possam garantir a efetivação dos pagamentos e empenhos destinados à compra, fornecimento e entrega das passagens para os usuários do TFD (Tratamento Fora de Domicílio).

Conforme a ação, o promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes destaca que em 2013 aproximadamente 5 mil passagens terrestres foram emitidas e, este ano, apenas 1793 bilhetes. “Essa discrepância se explica pelo fato que o contrato de fornecimento de passagens terrestres se encerrou em 10 de maio do corrente ano. De lá para cá, nenhum outro contrato para fornecimento desse tipo de passagens foi realizado, ou seja, há mais de seis meses”, afirmou.

Segundo o promotor de Justiça, durante as investigações foi constatado que, após o encerramento do contrato para o fornecimento de passagens terrestres, o Estado passou a transportar todos os usuários do TFD por via aérea. “A partir do momento em que o contrato de fornecimento de passagens aéreas era estabelecido em um determinado valor, fica evidente que a emissão de milhares de passagens a mais além do planejado iriam acarretar o término antecipado da verba para a compra de passagens aéreas”, citou.

Guedes critica o fato da Secretaria Estadual de Saúde não ter adotado nenhuma providência para solucionar o problema. “Ao invés de agilizar licitação ou mesmo fazer contrato emergencial, optou a SES em simplesmente fazer um “apostilamento” com a verba reservada às passagens dos servidores para os pacientes do TFD”, observou. (Com assessoria de imprensa do MPE).

Leia mais ...

Empresa aumenta valor de pedágio na MT 130; via está toda esburacada

O Diário Oficial de Mato Grosso traz na edição que circula, nesta quinta-feira (18.12), o novo valor da tarifa da praça de pedágio da MT 130, de Rondonópolis a Primavera do Leste, autorizado pela Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT). A partir de 05 de janeiro de 2015, a tarifa passa a ser de R$ 7,40.

Esta é a primeira vez, desde 2012, que a Morro da Mesa Concessionária S/A, responsável pela administração da rodovia, é autorizada a rever o valor de R$ 6,50, em vigor, até então. O reajuste acumulado é de cerca de 13%. “Estamos cumprindo o contrato que garante que a concessionária tenha equilíbrio econômico e financeiro na administração da rodovia”, explicou o presidente da Ager-MT, Carlos Carlão Nascimento.

No inicio deste ano, outras quatro concessionárias foram autorizadas a reajustar a tarifa: Rodovia da Mudança (Lucas do Rio Verde e Tapurah/ Ana Terra); a Intervias que administra 141 km das rodovias 242/140/493 (Sorriso/Nova Ubiratã/Boa Esperança do Norte); a SPS Concessionária da rodovia MT 235 e a Apasi no trecho de 83,8 km das MTs 242/491 (Sorriso a Ipiranga do Norte).

A Sessão Regulatória para definir o reajuste da tarifa que vai vigorar nos próximos 12 meses nestas praças deve acontecer no início de 2015. O relator do processo de reajuste da rodovia Morro da Mesa foi o diretor Ouvidor, Francisval Mendes.

Leia mais ...

Mato Grosso registra 6,2 mil demissões a mais em novembro

Mato Grosso contabilizou 6.201 trabalhadores com carteira assinada demitidos em novembro, resultado de 32.879 admissões e 39.080 desligamentos (em outubro 1.963 foram demitidos). Os números são do Cadastro de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado hoje. O setor agropecuário ajudou a “puxar” este cenário negativo, já que mandou embora 3.743 funcionários, fruto de 4.805 contratações e 8.548 demissões. Isso porque a semeadura da soja já foi encerrada no Estado. No mês anterior, a construção civil liderou com 423 trabalhadores demitidos.

Outro setor com desempenho negativo foi justamente a construção civil, que somou 2.459 pessoas demitidas, em decorrência de 3.919 admissões e 6.378 desligamentos. Em seguida surgiu a indústria de transformação com 1.355 mandados embora, pois houve o registro de 4.750 contratações e 6.105 desligamentos.

No setor de serviços, 194 pessoas foram demitidas, saldo de 7.919 admissões e 8.113 desligamentos. Já na extração mineral 165 foram mandados embora, por conta de 98 contratações e 263 desligamentos. Nos serviços industriais de utilidade pública 10 foram mandados embora e na administração pública, cinco.

Apenas o comércio registrou saldo positivo, com 1.730 empregos a mais criados, em decorrência de 11.240 admissões e 9.510 desligamentos. A proximidade com as festividades do final de ano é um dos motivos deste índice positivo.

No acumulado do ano, Mato Grosso soma 21.754 empregos a mais, saldo de 459.345 admissões e 437.591 desligamentos.

 

Leia mais ...

Deputado Romoaldo terá alta até sábado: "médico não sabe como eu não enfartei"

O deputado Romoaldo Junior (PMDB), vice-presidente da Assembleia Legislativa, deve ter alta até sábado, do hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde está desde o início da semana, para tratamento cardíaco. "Me sinto bem após o procedimento e estou otimista para segunda-feira já participar da sessão (que deve ser a última da atual legislatura)", disse.

Os cardiologistas colocaram na artéria 3 stents (pequenas próteses em formato de tubo) para melhorar o fluxo sanguíneo e evitar infarto. O procedimento é considerado menos agressivo que uma cirurgia já que não requer abertura do tórax. "Minha artéria principal estava mais de 90% obstruída. O médico não sabe como eu não enfartei. Foram colocados 3 stents. Agora, o risco de enfarte caiu para praticamente zero", comemora. "Tenho que perder peso e passar menos stress, o que na atividade que a gente desenvolve é bem complicado. Mas vou voltar com gás total", acrescentou o parlamentar, que tem 54 anos, e foi reeleito para o quarto mandato.

Romoaldo foi liberado pelos médicos para falar pelo celular e, do hospital, tem recebido manifestações de apoio de amigos e colegas políticos. Ele também está 'antenado' nas articulações para eleição da próxima mesa diretora. "Creio que estarei compondo uma chapa e estamos conversando com os aliados", disse, sem mencionar mais detalhes da composição.

Leia mais ...